Modelo Integrado de Maturidade em Capacitação
(CMMI)

Desenvolvido pela SEI - Software Engineering at Carnegie Mellon University – o CMMI é um modelo de referência que revela as melhores práticas, necessárias à maturidade em disciplinas específicas, com o objetivo de melhorar processos, durante o ciclo de vida de um projeto. Abrange quatro áreas processuais: Gestão de Projeto, Gestão de Processos, Engenharia de Sistemas e Hardware, e Suporte, procurando criar um modelo único de melhoramento empresarial. Uma das premissas deste modelo é que “a qualidade é influenciada pelo processo”, como tal, o foco deve ser colocado em “melhorar o processo”.

Processo de Desenvolvimento de Software ITSector

A 22 de Junho de 2017, a ITSector foi certificada com nível 2 de Maturidade de CMMI-DEV v1.3, cujo principal foco são as áreas de Gestão de Projeto e Suporte.
PIDS combina as melhores práticas e diretrizes de CMMI® com um modelo de gestão de projeto em cascata, ou cascata iterativa, conforme a complexidade do mesmo. Esta certificação estabelece linhas de referência internacionais para a aplicação das melhores práticas, e salvaguarda os objetivos dos clientes e utilizadores finais.
Este processo permite a avaliação da performance de uma empresa, com o objetivo de promover uma melhoria contínua nas áreas mais relevantes e essenciais: a maturidade e a capacidade dos processos de desenvolvimento de software.
Entre os principais benefícios da implementação deste processo, podemos realçar os seguintes:

  • Redução de custos, com a redução de desperdício de recursos, despedimentos e reclamações;
  • Redução de tempos de entrega de produtos e serviços;
  • Otimização de recursos humanos e materiais;
  • Aumento de eficácia de operações, devido à estandardização de processos e de referências documentais;
  • Melhoramento da qualidade de produtos e projetos apresentados ao cliente;
  • Aumento da satisfação cliente.

Ciclo de vida do Projeto